A maioria dos seres humanos não sabem transar, apenas acham que sabem. O sexo convencional não passa de um espirro

A maioria dos seres humanos não sabem transar, apenas acham que sabem. O sexo convencional não passa de um espirro

Um momento de alívio para as tensões acumuladas na rotina corrida da vida. Por isso o sexo se torna feio. Violento. Não há comunhão entre os seres. Existe apenas dois corpos separados buscando seus próprios prazeres. O sexo convencional é animalesco. Já começamos pensando em terminar. O orgasmo é o objetivo principal e isso tira toda a graça da dança que deveria ser uma relação sexual.

O sexo é algo sagrado e deve ser tratado como tal. Nunca deveríamos abordar o sexo como algo feio ou promiscuo. A vulgaridade esta na cabeça de quem julga, mas isso provem de uma crença limitante advinda do condicionamento social embasado nas religiões constituída por interesses maiores q a simples comunhão com o divino.

O sexo deve ser feito com amor. Ambos os lados devem estar profundamente conectados. Desta forma se faz uma união espiritual. Não existem mais dois seres. Apena s um. Em total sincronia, reverência e entrega ao momento que se faz presente. O orgasmo está em toda a execução, a ejaculação não será mais necessária.

Após o ato, ambos estarão transbordando de energia e alegria, não cansados como se estivessem brigando. Sexo é uma meditação. Compreender isso te levará a um outro nível de percepção a respeito dessa dádiva que nos foi dada.

Sexo é vida… e viver é meditar.

9 responses to “A maioria dos seres humanos não sabem transar, apenas acham que sabem. O sexo convencional não passa de um espirro”

  1. Jovelino Rodrigues disse:

    Eu achei incrível e verdadeira essa visão!

  2. Molon disse:

    Sexo é à união de dois seres com a satisfação e o prazer mútuo…

  3. Ellen disse:

    Acredito inteiramente.

  4. Maria Aparecida Leão Fernandes disse:

    Vejo o sexo como o mais alto grau da espiritualidade!
    Para que isto aconteça, faz-se necessário conhecer o sexo oposto de forma gradativa, de confiança!

  5. Larissa disse:

    No meu ponto de vista, tem várias maneiras… Tem dia q a gente quer “brigar” outro dia quer “amar” e assim vai. A única coisa que não vale é um deixar de satisfazer o outro.

  6. Geneci Moura de Sá disse:

    Concordo com o texto, foi o mais completo q já li.
    Portanto muitos estão longe de alcançar essa dádiva. Parabéns pra quem o escreveu.

  7. Elisandra disse:

    Perfeito, concordo em tudo! E é fantástico viver essa experiência…

  8. Cássia disse:

    É uma verdade, faz bem para a alma e para o espírito! 😊😊😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *