O consumismo é uma armadilha para quem faz do consumo o objetivo da vida. Tome muito cuidado!

O consumismo é uma armadilha para quem faz do consumo o objetivo da vida. Tome muito cuidado!

Nunca tivemos tantas oportunidades de lazer como hoje. Nunca tivemos acesso fácil à diversão como hoje. Nunca tivemos tanta informação ao nosso alcance. Temos mais oferta de alimentos, vestuário, tecnologia, conforto. A expectativa de vida aumenta cada vez mais. As condições de saúde pouco a pouco melhoram. Ignorar esses fatores é desconhecer o passado.

Isso tudo é bom? Depende. É bom se soubermos tirar proveito do que nos é proporcionado. Mas pode não ser tão bom se nos deixarmos escravizar por essas “facilidades”.

A grande mídia tem sua parcela de responsabilidade nisso. Tratei disso neste artigo: A grande mídia e você

O consumismo é uma armadilha em que todos os que não estiverem bem atentos caem. O consumismo faz do consumo o objetivo da vida. Você esquece que é espírito imortal, que tem muitas coisas grandes pra conquistar, que tem que estudar, e se esclarecer, e acompanhar a popularização da informação, e se tornar uma pessoa melhor, e prestar atenção às razões da vida.

Você já se deu conta de que o consumismo invade todas as áreas da vida? Inventam modas de roupas e cabelos e sapatos e bolsas e você vai lá se fantasiar e deixar o dinheiro que ganhou em troca do seu tempo. O seu trabalho é o seu tempo. Quando você gasta dinheiro está gastando, também, o seu tempo.

Inventam remédios e vitaminas milagrosas pra você curar doenças que talvez nem tenha. Você compra. Inventam produtos de beleza para você ficar ou se achar mais bonita, você compra. Inventam alimentos artificiais que lhe dão prazer momentâneo e você compra. E come. E engorda. E perde a autoestima. Então compra mais cosméticos, e mais remédios.

Você consome demais. E gasta demais. Então se endivida. Faz empréstimos. Dá lucro aos bancos, que se regozijam com a sua desgraça. E você fica deprimido. Então pode beber, e fumar, e dar lucros a empresários inescrupulosos. Ou comprar mais roupas, a última moda, se distrair das durezas da vida que você construiu.

O consumismo alcança até a religião. Tem igrejas que existem para ganhar dinheiro. Você não é consumista assim, é? Que coisa horrível gastar uma reencarnação rica em possibilidades em função de consumir futilidades.

O que levaremos conosco disso tudo que consumimos? Nada. Montes de desilusão, só isso. Que os espíritos encarnados que atualmente recém despertam da sua animalidade se deixem hipnotizar pelo consumismo, é compreensível. Eles devem estar aprendendo alguma coisa com isso. Mas você, que sabe que a realidade é muito mais do que as vitrines de um shopping Center, livre-se dessa escravidão ridícula. Invista o seu tempo, o seu dinheiro e a sua energia em coisas úteis e construtivas!

Imagine desencarnar com pouco esclarecimento e lembrar que o tempo que você gastou consumindo e se entretendo com futilidades comerciais você podia ter investido em coisas relativas ao espírito, à vida.

Via Mente Aberta

Se você gostou desse texto e quer abrir sua mente saiba mais sobre o livro Realizo, Logo Sou clicando no link:  http://realizologosou.com.br/novosite/2018/04/29/porque-ler-esse-livro/

 

 

2 responses to “O consumismo é uma armadilha para quem faz do consumo o objetivo da vida. Tome muito cuidado!”

  1. Achei o artigo muito bom,porém sinto falta de citações de filosofos,sociologos e antropólogos no que diz respeito aos assuntos abordados.

  2. Annibal disse:

    Artigo muito bom faltou mais abordagens envolvendo opiniões de jornalistas pesquisas de opinião e especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *